COMPARTILHAR
Semana passada rolou o MET Ball, que marca a inauguração da exposição de moda anual do Metropolitan Museum of Art ‘s Costume Institute, sabe aquele lugar com mais de 35 mil roupas e acessórios de várias culturas, colecionadas desde o século XV? Pois é! O tema desse ano foi “A moda na era tecnológica”, que levantou vários burburinhos sobre as roupas dos convidados, como quem se vestiu melhor ou pior, qual foi a roupa mais cara ou a mais bonita ou a mais tecnológica, entre outras fofocas que rolam quando acontecem eventos desse porte.
Só para vocês entenderem, desde o ano passado que a tecnologia vestível (Wearable Technology ) tem estado mais presente nas roupas, desde a forma como o tecido é construído à sua funcionalidade. Por exemplo, já há roupas no mercado que vêm com baterias embutidas para carregar seu celular. Que legal, né!
Bom, selecionei a única imagem de roupa com tecnologia vestível, o vestido no estilo cinderela feito com LED sensível ao movimento, usado por Claire Danes, criado por Zac Posen, e outras não techs das nossas celebridades.
A crítica foi dura já que os convidados meio que confundiram o tema usando roupas que eram mais uma interpretação vintage do que seria o amanhã. Rs. Isso acontece muito! Mas o problema mesmo é que os maiores estilistas que assinaram as roupas das celebridades são muito tradicionais e com certeza dificilmente vão abraçar essa causa. Isso porque tecnologia é pra gente nova.
Vestido by Zac Posen
Vestido by Zac Posen

Pra quem criticou Lupita Nyong’o, veja abaixo sua inspiração para o look do cabelo.

Hair Inspiration. Check. @vernonfrancois @voguemagazine #metball2016

Um vídeo publicado por Lupita Nyong'o (@lupitanyongo) em

SEM COMENTÁRIOS